Plantas Sagradas

As Plantas Sagradas, também conhecidas como Plantas de Poder ou Plantas Enteógenas (entheos = Deus dentro), são utilizadas há milhares de anos em rituais sagrados com o intuito de purificar e colocar o homem em contato com o Sagrado. São plantas muito especiais que proporcionam cura, auto-conhecimento e o despertar da consciência espiritual. Um verdadeiro presente da mãe Natureza!

Plantas Sagradas

9 itens

Filtros
  • Posição
  • Nome do produto
Posição
  1. Jurema Preta (Mimosa tenuiflora/hostilis) em pó - Casca da Raiz-100 gramas

    Também conhecida como Mimosa hostilis, uma planta típica da caatinga do nordeste brasileiro. Na História brasileira era usada no Vinho da Jurema, uma cerimônia de preparação e ingestão desta planta. Há rumores sobre a tradição (extinta) ter sido recentemente recuperada. 

    Quickview
    R$ 35,00
  2. Argyreia Nervosa (Hawaii) - Sementes

    Baby woodrose havaiana (Argyreia nervosa) é uma planta da família das convolvuláceas, que também inclui a Morning Glory (Ipomea) e a Ololiuhqui (Rivea). Estas contêm uma triptamina natural com o nome de ácido lisérgico. Essas sementes são usadas em rituais espirituais na Ásia, México e no Havaí há mais de 10.000 anos. Na medicina Ayurveda (Índia) essas sementes são utilizadas para aumentar a inteligência e curar doenças Inflamatórias.

    Quickview
    Fora de estoque
  3. Cacto Sagrado San Pedro (T. pachanoi)

    Este cacto típico da Cordilheira dos Andes faz parte do universo das "plantas de poder", em conseqüência do xamanismo indígena da America do Sul e Central. O Wachuma é originário da região dos Andes, essa planta é utilizada para cura e experiências visionárias e adivinhatórias, onde o xamã é levado a ter a visão da cura do enfermo, o espírito da planta entra em contato com o xamã ensinando-o a expulsar a enfermidade.

    Quickview
    Fora de estoque
  4. Cacto Sagrado Wachuma-Matucana

    Este cacto típico da Cordilheira dos Andes faz parte do universo das "plantas de poder", em conseqüência do xamanismo indígena da America do Sul e Central. O Wachuma é originário da região dos Andes, essa planta é utilizada para cura e experiências visionárias e adivinhatórias, onde o xamã é levado a ter a visão da cura do enfermo, o espírito da planta entra em contato com o xamã ensinando-o a expulsar a enfermidade.

    Quickview
    A partir de R$ 40,00
  5. Jurema Preta (Mimosa tenuiflora/hostilis) em pó - Casca da Raiz

    Também conhecida como Mimosa hostilis, uma planta típica da caatinga do nordeste brasileiro. Na História brasileira era usada no Vinho da Jurema, uma cerimônia de preparação e ingestão desta planta. Há rumores sobre a tradição (extinta) ter sido recentemente recuperada. 

    Quickview
    A partir de R$ 390,00
  6. Psychotria alba

    Juntamento com o cipó, é ingrediente na preparação da bebida enteógena análoga a ayahuasca

    Quickview
    Fora de estoque
  7. Chaliponga - (Diplopterys cabrerana)

    Chaliponga (Diplopterys cabrerana), também conhecida como chagropanga. Conhecida pelo seu uso xamã, como aditivo da ayahuasca tradicional dos vales amazônicos, a Chaliponga contém um alto teor de triptaminas

    Quickview
    A partir de R$ 45,00
  8. Banisteriopsis inebrians - Desidratado

    O cipó Banisteriopsis nebriansi contém os mesmos princípios ativos que o JAGUBE ou MARIRI é usado há milenios pelos nativos da Amazônia para preparar Ayahuasca.

    Quickview
    A partir de R$ 40,00
  9. Ololiuhqui - Semillas de la Virgen - (Rivea corymbosa)

    A Rivea corymbosa (ou turbina corymbosa) pertence ao grupo das Morning Glory originárias da América Latina, do norte do México ao sul do Peru, e está grandemente naturalizada noutras zonas. As suas sementes dão trepadeiras perenes com flores brancas, geralmente cultivadas para fins ornamentais. Essas sementes são conhecidas em espanhol como "Semillas de la Virgen", ou "Sementes da Virgem Maria", em alusão a Virgem Maria.

    Quickview
    Fora de estoque
12
  • 4
  • 12
  • 24
  • 36
por página