Product was successfully added to your shopping cart.

Yopo Sementes - Rapé Sagrado Indígena (A. colubrina)

Seja o primeiro a avaliar este produto

Descrição Rápida

As sementes de Yopo (Anadenanthera colubrina), também conhecidas por Cohoba, Nopo, Paricá ou Cebil, são usadas tradicionalmente durante séculos pelas tribos indígenas da América do Sul, em seus rituais religiosos e espirituais, como rapé para comunicar-se com os espíritos. 

R$21,00

Em estoque

Restam 10

Nome Qtd
Yopo Sementes - Rapé Sagrado Indígena (A. colubrina)-10 gramas 10
Opções:

*Campos Obrigatórios

R$21,00

Detalhes

As sementes de Yopo (Anadenanthera colubrina), também conhecidas por Cohoba, Nopo, Paricá ou Cebil, são usadas tradicionalmente durante séculos pelas tribos indígenas da América do Sul, em seus rituais religiosos e espirituais, como rapé para comunicar-se com os espíritos. Esta comunicação permitia às tribos fazerem previsões e curar doenças da tribo. O Yopo vem sendo usado há 3000 anos. 

As sementes pretas destas árvores são secas, moídas e misturadas com cinzas ou com um pó á base de conchas moídas ou cal virgem. Ao resultado desse rapé, os índios da selva de Orinoco, na Colômbia e Venezuela e os índios Yanomamis do Brasil, deram o nome de Yopo. Possivelmente, este era o mesmo nome dado pelos índios que habitavam a parte sul do Amazonas. O Yopo é inalado, utilizando longos bambus ou tubos, feitos a partir de ossos de pássaros. Estas árvores crescem em planaltos vastos e as suas folhas, casca e sementes são usadas para várias finalidades medicinais.

APROXIMADAMENTE 15 SEMENTES POR GRAMA

Yopo, o rapé sagrado dos Ianomâmis.

Para ativar a mistura, e preparar o "Yopo", rapé ou pó de uso xamânico dos Ianomâmis, faz-se o seguinte:

10g de sementes são colocadas num recipiente, e é borrifada água sobre elas, fechando-se o recipiente e levando à geladeira. Após um dia em contato com a água, as cascas devem se soltar em sua maioria, e então devem ser removidas, ficando-se apenas com a parte amarela interna das sementes.

Este material então é levado ao forno, ou numa panela ao fogo brando, ou mesmo ao microondas. Devem ser aquecidas até começarem a inchar e estourar, ou ate que estejam com uma textura completamente seca e fácil de triturar. Devem ser então trituradas ao ponto de pó. Nunca deixe as sementes torrarem ou ficarem pretas, pois isso estraga as sementes.

A quantidade oficialmente aceita de Hidróxido de Cálcio ou Cal Virgem (óxido de cálcio) a ser misturada é de 1 para 5 com o Yopo, portanto, para 5g de sementes (só parte branca e já em pó, seca), cerca de 1g do Hidróxido de Cálcio serão adicionadas.

A mistura então deve ser amassada junto com um pouco de água, até que se forme uma pasta homogênea. Deixa-se descansar por 3 horas. Então a pasta deve ser aquecida novamente, até que seja completamente desidratada, e fique no ponto de poder ser triturada ao ponto de um fino pó.

Está pronto.

O processo de molhar as sementes com o Hidróxido de Cálcio serve para liberar e converter as moléculas do Yopo em uma forma de sal que é até

5 vezes mais potente.

ATENÇÃO: A quantidade de Hidróxido de Cálcio usada não deve exceder a razão de 1:5 com as sementes, pois este produto é altamente alcalino, e pode provocar queimaduras, se estiver muito concentrado.

  1. Seja o primeiro a avaliar este produto

Queremos saber sua opinião

Como você avalia este produto? *

1 estrela 2 estrelas 3 estrelas 4 estrelas 5 estrelas