Product was successfully added to your shopping cart.

Cacto San Pedro (T. pachanoi) - 1 Corte com 15 a 25 cm

Seja o primeiro a avaliar este produto

Descrição Rápida

Estima-se que o cacto de San Pedro (Trichocereus pachanoi) é usado pelos nativos americanos há muitos séculos em especial pelos índios do Peru, da Venezuela e também pelos Yanomami do Brasil. 

R$77,00

Em estoque

Detalhes

Estima-se que o cacto de San Pedro (Trichocereus pachanoi) é usado pelos nativos americanos há muitos séculos em especial pelos índios do Peru, da Venezuela e também pelos Yanomami do Brasil. Também conhecido como "O cacto dos quatro ventos", o San Pedro tem um formato de coluna com quatro ou mais gomos e era utilizado em práticas rituais similares à tradição dos índios mexicanos que tinha como finalidade o contato com os deuses.

Também conhecido como "O cactos dos quatro Ventos", o San Pedro tem um formato de coluna com quatro ou mais gomos e era utilizado em práticas rituais similares à tradição dos índios mexicanos que consumiam o peyote.

A finalidade da ingestão era a mesma: o contato com os deuses e as visões mágicas proporcionadas pela planta sagrada produzem a cura de doenças físicas e psíquicas. 

O uso do cacto Trichocereus Pachanoi, popularmente conhecido com San Pedro, no panorama americano do uso de plantas enteógenas está ligada à área do mescalinismo. O uso deste cacto tem fins terapêuticos e adivinhatórios e deve ser estudado no contexto geral dentro dos rituais xamânicos.

O Trichocereus Pachanoi é o autêntico, que é distinguido pela quase ausência de espinhos. As espinhosas recebem o nome de San Pedro Cimarron e têm a cor verde-amarela e não verde como o Trichocereus Pachanoi. 

O poder terapêutico de uma planta, nas tradições xamânicas andinas, manifesta a qualidade peculiar da planta, seu "poder" ou "virtude", e este poder, que é o caso das plantas sagradas e de certas plantas que gozam de especial prestígio mágico e terapêutico, manifesta a presença de um espírito. Por isso, dentro dessa tradição, "poder", "virtude" e "espírito", são sinônimos.

Cultivo

Os cortes de São Pedro podem ser cultivados em vasos ou diretamente no solo, ambos devem ter uma boa drenagem, pois a drenagem é fundamental para o bom desenvolvimento e sobrevivência do cacto. Uma mistura de 1/4 de terra vegetal preta, 1/4 de areia, 1/4 de esterco seco e 1/4 de fibra de côco é o ideal, mas desde que garantida a drenagem qualquer solo serve. Regue apenas uma vez e deixe o cacto sem água até que enraíze bem. 

Depois de um a dois meses regue uma vez por semana, caso demore para as raízes crescerem suspenda a água até que o enraizamento seja satisfatório. A rega pode ser semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente, dependendo do clima. Quanto mais calor, maior a frequência de regas; quanto mais frio, menor a frequência de regas.

O cacto São Pedro não suporta frio e umidade juntos (geada por exemplo). Em uma região muito fria e úmida é necessário protegê-lo da umidade. 

O cacto São Pedro é muito exigente quanto ao fornecimento de luz, quando a luz não é suficiente ele logo acusa o problema crescendo extremamente rápido, ficando mais fino e mais claro, um lugar sem luz não serve para o cacto se desenvolver. À medida que crescem as raízes e essas preenchem todo o vaso, este é o momento de transplantar o cacto para um vaso maior.

Cortes prontos para o plantio. 

ESTE PRODUTO NÃO É RECOMENDADO PARA CONSUMO HUMANO!!!

  1. Seja o primeiro a avaliar este produto

Queremos saber sua opinião

Como você avalia este produto? *

1 estrela 2 estrelas 3 estrelas 4 estrelas 5 estrelas