Precisa de ajuda ?

Pipe: saiba tudo sobre os cachimbos modernos!

pipe
Carregando... 743 visualização(s)

Pipe: saiba tudo sobre os cachimbos modernos!

Para o consumo de ervas e plantas medicinais, um bom instrumento moderno é o pipe — trata-se de uma espécie de cachimbo adaptado para proporcionar uma experiência mais interessante e impactante. 

Diante disso, é importante entender os tipos, suas diferenças e características.

Assim, você pode aprender mais sobre o tema e evoluir em suas experiências. 

Falaremos aqui sobre o que é pipe, sua origem, as vantagens de usar um, como funciona, os tipos e dos modelos mais interessantes. 

O que é o pipe?

O pipe é um modelo de cachimbo moderno que permite fumar ervas sem muito trabalho e sem precisar de outros elementos (como o papel). 

Assim, é uma ótima opção para quem deseja uma melhor experiência de consumo de plantas medicinais, por exemplo, sem muito esforço.

Esse equipamento representa menos danos à saúde e uma forma mais fácil de levar o fumo a qualquer lugar. Por ser portátil, facilita bastante no consumo das ervas.

Falaremos com mais detalhes, mais tarde, sobre as vantagens desse equipamento.

Os pipes parecem ser simples, mas variam bastante a depender de três principais fatores-chave: tamanho, material e modelo. Inclusive, também vamos falar mais das características e diferenças ao longo deste conteúdo. 

Inicialmente, podemos oferecer um resumo. O material implica na questão da durabilidade, resistência, facilidade de transporte e, também, no gosto do que é fumado. Pode ser vidro, madeira, acrílico ou metal.

o que é o pipe

Também é importante destacar que o material influencia no design, é claro. Como esses cachimbos são modernos e adaptados para pessoas mais jovens, a estética importa muito.

O tamanho afeta diretamente a quantidade de fumo e as condições de consumo. Por isso, deve ser considerado de acordo com o perfil de cada pessoa e com a frequência de uso.

Por outro lado, temos também o modelo, o define ainda mais a questão estética, do tipo e do tamanho. Há pipes que parecem mais um tubo, mais alongados e grandes; há outros que se assemelham aos tradicionais cachimbos.

Tudo depende, ainda, do que será consumido e de como o pipe será usado. Em cerimônias ritualísticas, por exemplo, pode ser normal a preferência por algo que funcione como um cachimbo tradicional. Isso seria mais coerente com a origem e com o uso histórico do equipamento. 

Hoje, temos uma infinidade de opções no mercado. Tudo depende do que se procura e de como se usa. Há também acessórios, como bags e cases para guardar os cachimbos. 

Qual a origem desse tipo de cachimbo?

É muito natural que a origem do pipe tenha algo a ver com a origem das plantas medicinais e do estudo sobre o poder da natureza. 

Afinal, logo que se percebeu o poder das ervas em desenvolver sensações e características especiais, percebeu-se também a importância de ter bons instrumentos para lidar com elas.

Nesse sentido, os pipes estão muito associados com uso por xamãs e pajés na preparação de componentes ritualísticos essenciais. Nesse sentido, fazia parte da cerimônia e ajudava na conexão com o divino.

O uso permitia que os líderes desenvolvessem a capacidade de ter visões, oferecer conselhos especiais e expandir o conhecimento para guiar os liderados. 

Segundo a crença, a fumaça produzida nesses cachimbos ajuda a levar as preces para as divindades. 

Quais as vantagens de se fumar em um pipe?

Usar um cachimbo moderno para consumo de ervas é uma prática que traz diversas vantagens importantes. Vamos comentar algumas delas com maior atenção agora.

Um dos benefícios que sempre é levantado em discussões é a melhoria no gosto. Geralmente, o uso do pipe permite que não sejam usados outros instrumentos, como papel, que acabam por interferir no sabor da erva. 

Com o papel, é normal que os efeitos sejam atenuados por conta dessa combinação de elementos usados. 

Com o cachimbo moderno, é possível alcançar efeitos mais expressivos, bem como aproveitar o gosto puro e natural da planta. No caso de uso para cerimônias religiosas, torna-se viável chegar ao estado de interação com o divino de forma mais eficiente.

No caso de uso terapêutico, esse efeito é mais pronunciado, com diversas vantagens interessantes também.

Isso se dá também porque os pipes modernos sempre vêm acompanhados de soluções de filtros, que removem impurezas e garantem que apenas a melhor parte seja consumida. 

Eles são também fáceis de limpar e de transportar. São instrumentos prontos para o uso, que proporcionam uma melhor experiência quando as pessoas precisam de algo prático e simples. Nesse sentido, se destacam por serem menos complicados para guardar depois.

Ou seja, são ótimos instrumentos para se ter e conservar por bastante tempo — anos, inclusive. 

Outra vantagem está associada com o cuidado à saúde. Os cachimbos modernos, por serem um instrumento mais simples que interferem menos nas qualidades das ervas, representam menos risco e danos.

Como funciona o pipe?

Um pipe tem um mecanismo de funcionamento muito simples. Geralmente, tem uma extremidade maior onde se encaixa a erva. Então, é preciso utilizar a outra extremidade para fumar. Nesse lado, será usado o isqueiro para ajudar na criação da fumaça. 

como funciona o pipe

É um instrumento simples, que não apresenta grandes dificuldades para quem deseja sentir os efeitos de sua planta favorita.

Do que é composto?

São as partes desse tipo de cachimbo:

  • tigela;
  • bocal;
  • câmara;
  • e carburador.

A tigela é a parte onde se coloca a erva; a câmera é o intermediário entre o bocal e a tigela, caminho de movimentação da fumaça; o bocal é onde se fuma, se puxa a fumaça; e o carburador é um elemento opcional que se usa para controlar o equilíbrio do fluxo de ar. 

Como escolher um pipe?

Vamos, agora, entender como é possível escolher um bom pipe. Como falamos, é fundamental levar em consideração o material, o tamanho e o modelo. Vamos comentar cada um dos principais de acordo com material e tipo. 

como escolher um pipe

Leve em consideração o material 

Como já falamos, cada comprador precisa considerar o material de que é feito o cachimbo. Isso vai refletir tanto no design, na estética, na resistência e durabilidade. Além disso, define também como será a experiência de fumo.

Podemos dividir entre:

  • vidro;
  • madeira;
  • alumínio
  • cerâmica;
  • metal.

Vidro

Os de vidro são muito famosos entre pessoas mais jovens. Consistem em um tipo mais fácil de limpar e também mais eficiente em manter a pureza da erva. Pode ser mais fácil de quebrar também, então requer uma atenção a mais.

Os de vidro tendem a absorver menos sujeira e impurezas, portanto, se tornam mais interessantes nesse sentido. 

Podem ser limpos ao deixá-los de molho ou com álcool para higienizar. Assim, é uma ótima opção para usar por bastante tempo, em diferentes situações. Essa limpeza garante que a pessoa não faça a inalação de nenhuma impureza também, o que é essencial. 

Madeira

Um pouco mais parecidos com o cachimbo mais tradicional, o de madeira se destaca por apresentar uma resistência maior. É um com um visual mais típico, que chama mais atenção também. 

Alumínio

Também temos os de alumínio, que podem vir em diferentes tipos e modelos, customizados de acordo com a preferência do cliente. 

Conheça as nossas opções de pipes e saiba como podemos te ajudar com modelos leves, pequenos e ótimos de transportar!

Cerâmica 

Modelos personalizáveis que também podem ser lavados facilmente, inclusive à mão.

Metal

Esses se destacam especialmente pela durabilidade e resistência. 

Escolha o tamanho 

Também é importante pensar no tamanho. Isso depende muito da preferência do consumidor e de onde ele vai levar aquele equipamento. 

Caso haja uma necessidade por algo portátil, para fumar fora de casa, é preferível um tamanho menor, por exemplo. 

Nesse sentido, há a opção ainda de escolher por cachimbos que nem mesmo se parecem com um. Esses são vendidos personalizados de acordo com o estilo do cliente e com sua demanda.

Evidentemente, o tamanho está diretamente relacionado com a quantidade de erva que pode ser fumada por vez. Então, essa informação tem que ser analisada antes de escolher o que comprar. 

Defina o modelo que mais te agrada

Também vale mencionar a importância de pensar no modelo. Isso vai definir melhor como será o pipe. Deve ser escolhido de acordo com as necessidades também. 

O modelo é sempre bem customizável, abrindo uma infinita série de possibilidades, de acordo com o material também. Nesse sentido, a escolha é muito pessoal e depende também do objetivo de uso. 

Veremos os seguintes:

  • steamrollers (cilíndricos);
  • cachimbos pop;
  • spoons (colheres);
  • chillum (cônicos);
  • one Hitter (tubos).

Steamrollers (cilíndricos)

Apresentam uma tigela maior, mas conservam algumas características dos pipes de mão (menores). São um pouco maiores justamente com o intuito de captar mais ar. 


Cachimbos pop

Inspirado em obras e ícones pop, como Sherlock Holmes, trata-se de um cachimbo com formato tradicional, porém, com um cano um pouco mais longo. Portanto, permite maior fluxo de ar. 


Possui um design reforçado, típico para quem deseja andar com um componente que seja bonito e que chame atenção. Contudo, também é um cachimbo eficiente. 


Spoons (mais conhecidos como "cachimbo de mão")

São os cachimbos de mão, menores, com um formato similar ao de uma "colher". São mais portáteis, logo. Esses geralmente apresentam um carburador, que, como já foi comentado, é um dispositivo que ajuda no controle do ar.


Chillum (cachimbo cônico)

De formato cônico, para uso portátil e com grande importância histórica. 


One Hitter (tubos)

Esses são tubos, com um formato bem padronizado e diferenciado. Geralmente, são bem pequenos e permitem apenas uma única tragada, pois comportam pouca quantidade do material fumado. 

Qual o melhor tipo de pipe?

Escolher o melhor tipo depende bastante do perfil de consumidor, como já alertamos. Cada um traz um modelo, um design e uma forma de usar, o que impõe ao cliente estratégias diferentes. 

Nesse sentido, é preciso estar atento ao tipo de uso que for mais conveniente para saber como escolher.

Como foi visto, o pipe é um elemento imprescindível para auxiliar no consumo de ervas. Permite maior saúde, maior pureza e maior eficiência na obtenção dos benefícios. Assim, é importante saber qual é a melhor opção para realmente garantir o melhor uso possível. 

Conheça as nossas opções de pipes e saiba como podemos te ajudar com modelos leves, pequenos e ótimos de transportar!

Conclusão

Escolher um pipe que se adapte ao seu perfil de consumo é muito importante, pois o uso desse instrumento vai otimizar muito a prática de fumo. É possível ter um componente mais portátil, leve, fácil de carregar, bem como fácil de limpar e de manter por muitos anos.

Além disso, o equipamento em si também possibilita um fumo mais seguro, com melhor sabor e menos impurezas. Nesse sentido, é preciso estar atento às características de design, modelo, tipo e tamanho.

Afinal, quando pesquisamos sobre o assunto, percebemos que existem muitos modelos diferentes, customizados, com cores distintas e formatos diferenciados. Cabe a cada cliente saber o que quer e o que deseja, bem como o local de uso, a frequência e muito mais. 

Previous article:
Next article:
Comentários
Deixe seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado